Critérios de representação dos raios de dobra

1. Introdução

Vamos tratar agora, especificamente a representação do raio de dobra de um ferro.

O TQS representa o raio de dobra de acordo com a NBR 6118:2014, Tabela 9.1 – Diâmetro dos pinos de dobramento (D).

1a5f4b48894f8028655643766bb57a8a.png
Tabela 9.1 – Diâmetro dos pinos de dobramento (D)

Também é possível alterar os raios de dobras para valores específicos para cada bitola, dentro da “Tabela de Bitolas”, nos critérios de “Aço e Desenho de Armação”.

dde5be3377481c7c2ed0c8eb2e6e514b.png
Figura 1: Tabela de bitolas.

Para valores iguais a “0 (zero)” o TQS define os raios de acordo com a NBR 6118:2014.

  • Raio dobra (Nó de Pórtico): Item 18.2.2;
  • Raio gancho: Item 9.4.2.3;
  • Raio estribos: Item 9.4.6.1;

2. Critérios de Aço de Desenho de Armação

Os critérios de aço e desenho de armação são acessados por: “Edifício”, “Critérios Gerais”, “Aço e Desenho de Armação”. Essa mensagem será exclusivamente relacionada à aba “Dobras”, especificamente ao campo “Representação de raios de dobra”.

2c7601ddd67a1ea558cb4525bcf5f47a.png
Figura 2: Critérios de Aço e Desenho de armação.

3. Representação de raios de dobra

Nos critérios de “Aço e Desenho de Armação” podemos selecionar se será representado, ou não os raios de dobra, de acordo com NBR 6118/2014, Tabela 9.1 – Diâmetro dos pinos de dobramento (D).

Nessa mesma aba podemos selecionar a bitola mínima para representar os raios e se o raio de dobra será cotado.

Podemos indicar se o perímetro de curvatura será cotado, porém, essa opção apenas funciona caso o cálculo das dobras seja “Desenvolvido no eixo”.

Nesse critério também podemos indicar se o “tick” de dobra será representado e qual o tamanho desse “tick” em centímetros de plotagem.

73088771bb64fad528814297d1010f92.png
Figura 3: Representação de raios de dobra.

Observação: O raio indicado é sempre o raio interno do pino de dobramento.

4. Edição de ferros

Ao acessarmos os dados de um ferro, com um duplo-clique, podemos alterar individualmente algumas características desse ferro.

Na aba “Curvatura” podemos impor um raio de curvatura diferente da Tabela 9.1 – Diâmetro dos pinos de dobramento (D) ou calcular esse raio como “Nó de pórtico”, de acordo com a NBR 6118/2014, item 18.2.2.

58240594aa63a382fb25f6a62cbaaf2a.png
Figura 4: Edição de ferros.

Nessa mesma janela de edição ferros, também podemos alterar para cada ferro, se o arco será representado, se o raio será cotado e, no caso do comprimento das dobras serem calculadas como “Desenvolvido“, se o perímetro da curva será cotado.

Segue um exemplo de um ferro com as dobras calculadas como “Desenvolvido”, o comprimento total calculado como “Soma simples” e as duas opções para a representação do perímetro da curva.

fc18004a64c631b4bd1acd0ae8d5b847.png
Figura 5: Cotar perímetro (Sim/Não).

Observe que, selecionado o critério de cálculo do comprimento total como “Soma simples”, tanto faz se o perímetro é representado, ou não, pois o programa apenas soma os valores das dobras.

Para ilustrar, segue um exemplo de um ferro com um raio imposto na edição de ferros.

d38387520b7af36924c7cdf211c61d87.png
Figura 6: Edição de ferros.

Finalizando, segue mais alguns exemplos das diferentes representações do raio de dobra, juntamente com as opções indicadas.

1ed27439dac8c869c54da7e8d4e369eb.png
Figura 7: Exemplos de representações.