Consolos

Critérios de cálculo de consolos

c4592305802fd740c1655436c72a718e.png

ClassificaçãoCondição
Viga em balanço1.00 < a/d < 2.00
Consolo curto0.50 ≤ a/d ≤ 1.00
Consolo muito curtoa/d < 0.50
Verificação de esmagamento
Consolo curtoTalwu = 0.180*fcd*beta / sqrt( (0.9)^2 + (a/d)^2)
Consolo muito curto[2] Talwu = 0.175*fcd < 6.0 MPa[3] Talwu ≤ 0.270*(1-fck/250)fcd < 8.0 MPaTalwu ≤ 3.0 + 0.9*ro*fyd ≤ 0.270*(1-fck/250)fcdfyd ≤ 435MPa
Tensão atuanteTalwd = Vd / (b * d) ≤ Talwu
Armadura do tirante
Consolo Curto[2] As,Tir = Asv + 1.2*Hd/fydAsv = 1/fyd*Vd*a/(0.9*d)[3] As,Tir = Asv + Hd/fydAsv = 1/fyd*Vd*(0.1 + a/d)
Consolo muito curtoAs,tir = Asv + Hd/fydAsv = 1/fyd*0.8*Vd/NiAs,tir consolo muito curto ≥ As,tir consolo curtoNi 1.4 p/concreto lançado monoliticamente1.0 p/concreto lançado sobre concreto rugoso0.6 p/concreto lançado sobre concreto liso
Armadura mínimaw = ro*fyk/fck ≥ 0.04 ro = As,tir/(b*d)
Disposições construtivas
Ancoragem por alçaØ tirante ≤ 1/8 h & ≤ 1/8 bØ tirante ≤ 25mmSe alça vertical Ø tirante ≤ 16mmEspaçamento do tirante ≤ 15Ø ou d
Ancoragem por barra transversal soldadaØ tirante ≤ 1/6 h & ≤ 1/6 bØ tirante ≤ 5mmEspaçamento do tirante ≤ 20Ø ou d
Armadura de costura
Consolos curtosAs/S, cost ≥ 0.4*Asv/dDistribuição: 2*d/3 adjacente ao tirante
Consolos muito curtosAs/S, cost ≥ 0.5*Asv/dDistribuição: 2*d/3 adjacente ao tirante,armadura mínima no terço restante
Bitola≤ 1/15 h && ≤ 1/15 b
Espaçamento≤ min (1/5*d, 20cm, a)
Armadura transversal (estribos)
As mínimo da NBR-6118:2003fctkmpa = 0.3*fckmpa^(2./3.);rowmin = 0.2*fctkmpa / fywkmpa;astrans = rowmin*b*a

Dimensionamento, detalhamento e desenho de consolos

Acione o comando "Processar, Dimensionamento, Detalhamento, Desenho" para obter a respectiva listagem e desenhos de detalhamento dos consolos do . O sistema inicialmente emite um relatório com os critérios de dimensionamento e os alojamentos de armadura escolhidos:

7f236f7eded316c00ce702c89d922bea.png

Posteriormente são apresentados os dados do dimensionamento:

7d7a9520a3b8c6d4ff42add52246bc91.png

Os consolos recebem nome em função de sua forma. Entretanto, para uma mesma forma de consolo, conforme a largura do pilar e a existência de consolos duplos, o detalhamento irá variar. Assim, os desenhos de consolos recebem o nome do consolo mais um sufixo tipo _nn, onde "nn" é um número seqüencial. Veja por exemplo os desenhos C16_01 e C16_02, com consolos de mesma forma:

e4b08140f71c05863f4a14498efba276.png f6d1a7c224fd658f608f80ef499f07b1.png

O sistema reconhece automaticamente consolos duplos, desde que perfeitamente alinhados e nivelados.

O desenho de consolos é emitido em formato A4, com uma tabela de ferros local e seu resumo. A máscara de desenho que controla este formato é o arquivo MASPRCN.DWG, na pasta \W\SUPORTE\PREFAB.

Edição dos consolos

Após o dimensionamento e detalhamento dos consolos é possível fazer a sua edição através de uma ferramenta que permite a alteração das armaduras presentes no detalhamento. Após a edição, o desenho é recriado, de modo a que o desenho final contemple as alterações feitas pelo usuário.

Esta ferramenta é acessada através do Gerenciador Estrutural, através do sistema "TQS-PREO". Para isso execute "TQS-PREO" - "Visualizar" - "Editor de armaduras" - "Editor de armadura de consolo".

a564658459cf43dbba50246f80a0bbe2.png

Através deste editor é possível alterar as armaduras e quantidade de ferras utilizados no detalhamento de todos os grupos de consolos do projeto.